Alimentos Funcionais para diminuir riscos de doenças!

0
2302
Alimentos funcionais foto

É provável que você já tenha ouvido falar em algum lugar sobre os alimentos funcionais e seus benefícios para a saúde. Este assunto vem ganhando maior visibilidade de uns anos pra cá e tem despertado curiosidade nas pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável através de uma alimentação equilibrada.

Então vamos entender o que são e os benefícios dos alimentos funcionais.

 

Índice de conteúdo

 

O que são Alimentos Funcionais?

Alimentos funcionais

Cada alimento tem uma função. Mas alguns trazem mais benefícios para o organismo do que outros. Daí vem a expressão “alimento funcional”, para denominar aquele que, além de nutrir, carrega em sua composição um efeito positivo em potencial.

Ou seja, são alimentos que produzem efeitos benéficos à saúde, além de suas funções nutricionais básicas, prevenindo problemas de saúde.

Eles cumprem papel fundamental na prevenção e combate de doenças, ajudam a manter a forma, estimulam o cérebro e ajudam a proteger as mais diversas partes do corpo.

Existem importantes evidências em estudos epidemiológicos de que o maior consumo de frutas, vegetais e legumes está associado ao menor aparecimento de doenças crônico-degenerativas como câncer e diabetes, entre outras, comenta o nutrólogo Dan Waitzberg, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Um dos exemplos mais antigos é o da aveia, ingrediente que contém naturalmente a fibra solúvel, que ajuda a reduzir o colesterol.

Porém devemos ressaltar que os alimentos funcionais não servem como medicamentos, e sim como uma base de nutrientes essenciais responsáveis por diminuir riscos de desenvolver doenças.

Outro benefício de usar alimentos funcionais é ajudar a diminuir os gastos relacionados à assistência em saúde, como os remédios na farmácia, as consultas no médico ou exames médicos, por exemplo, porque estes alimentos fortalecem o organismo e dificultam o aparecimento das doenças.

Alho e cebola, maçã, brócolis e grãos, como linhaça, soja, quinoa e chia, são alimentos funcionais naturais, que devem fazer parte do nosso dia a dia.

Existem também os alimentos funcionais industrializados, mas é preciso ficar atento e procurar saber se o produto em questão teve sua eficácia avaliada em pesquisas sérias. É o caso dos iogurtes com probióticos, do ovo enriquecido com ômega 3, ou da farinha de trigo fortificada.

 

Quanto consumir?

Para que os alimentos funcionais façam efeito, é preciso consumi-los com frequência, aliados a uma dieta balanceada.

O Ministério da Saúde indica o maior uso de vegetais, frutas, cereais integrais na alimentação regular, já que grande parte dos componentes ativos estudados se encontra nesses alimentos.

Além disso, é importante que todos saibam que esses alimentos somente funcionam quando fazem parte de uma dieta equilibrada

 

Conheça os benefícios de alguns grupos de funcionais:

Alimentos funcionais

Como dito anteriormente, o principal benefício dos alimentos funcionais é fortalecer o organismo e evitar o aparecimento de doenças.

Veja abaixo os principais compostos funcionais investigados pela ciência, para que servem e em quais alimentos são encontrados:

Composto

Ação

Alimentos onde é encontrado

Isoflavonas Ação estrogênica (reduz sintomas da menopausa) e anti-câncer Soja e derivados
Proteínas de soja Redução dos níveis de colesterol Soja e derivados
Ácidos graxos ômega-3 Redução do LDL – colesterol; ação antiinflamatória; é indispensável para o desenvolvimento do cérebro eda retina de recém nascidos Peixes marinhos como sardinha, salmão, atum, anchova, arenque, etc
Ácido a – linolênico Estimula o sistema imunológico e tem ação antiinflamatória Óleos de linhaça, colza, soja; nozes e amêndoas
Catequinas Reduzem a incidência de certos tipos de câncer, reduzem o colesterol e estimulam o sistema imunológico Chá verde, cerejas, amoras, framboesas, mirtilo, uva roxa, vinho tinto
Licopeno Antioxidante, reduz níveis de colesterol e o risco de certos tipos de câncer, como de próstata Tomate e derivados, goiaba vermelha, pimentão vermelho, melancia
Luteína e Zeaxantina Antioxidantes; protegem contra degeneração macular Folhas verdes (luteína). Pequi e milho (zeaxantina)
Indóis e Isotiocianatos Indutores de enzimas protetoras contra o câncer, principalmente de mama Couve flor, repolho, brócolis, couve de bruxelas, rabanete, mostarda
Flavonóides Atividade anti-câncer, vasodilatadora, antiinflamatória e antioxidante Soja, frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra, cereja
Fibras solúveis einsolúveis Reduz risco de câncer de cólon, melhora o funcionamento intestinal. As solúveis podem ajudar no controle da glicemia e no tratamento da obesidade, pois dão maior saciedade. Cereais integrais como aveia, centeio, cevada, farelo de trigo, etc; leguminosas como soja, feijão, ervilha, etc.; hortaliças com talos e frutas com casca
Prebióticos – frutooligossacarídeos, inulina Ativam a microflora intestinal, favorecendo o bom funcionamento do intestino Extraídos de vegetais como raiz de chicória e batata yacon
Sulfetos alílicos (alilsulfetos) Reduzem colesterol, pressão sanguínea, melhoram o sistema imunológico e reduzem risco de câncer gástrico Alho e cebola
Lignanas Inibição de tumores hormônio-dependentes Linhaça, noz moscada
Tanino Antioxidante, anti-séptico, vaso-constritor Maçã, sorgo, manjericão, manjerona, sálvia, uva, caju, soja
Estanóis e esteróis vegetais Reduzem risco de doenças cardiovasculares Extraídos de óleos vegetais como soja e de madeiras
Probióticos – Bífidobacterias e Lactobacilos Favorecem as funções gastrointestinais, reduzindo o risco de constipação e câncer de cólon Leites fermentados, Iogurtes e outros produtos lácteos fermentados

Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde

Nossa dica é diversificar ao máximo: A médica nutróloga Marcella Garcez Duarte, diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), recomenda que a pessoa não coma sempre os mesmos alimentos funcionais.

No fim das contas, o que importa são refeições bem coloridas. O que acaba sendo bem legal pois a variedade de alimentos funcionais nos permitem preparar os mais variados pratos, evitando que as refeições sejam monótonas.

 

Lista de alimentos funcionais

Alimentos

Compostos e benefícios

Sardinha, sementes de chia, nozes, linhaça são ricos em ômega 3, que ajuda a diminuir o risco de doenças cardiovasculares, combatem as inflamações e ajudam a melhorar as capacidades do cérebro
Tomate, goiaba, melancia têm grandes quantidades de licopeno, um antioxidante que ajuda a baixar o colesterol e a diminuir o risco de ter câncer na próstata
Iogurte, kefir alimentos com probióticos, que são bactérias boas que regulam o intestino evitando a prisão de ventre e prevenindo o aparecimento de câncer no cólon
Milho, kiwi, abobrinha ricos em luteína e zeaxantina, antioxidantes que evitam a degeneração macular e o aparecimento de cataratas
Chá verde, uva roxa, vinho tinto são alimentos com catequinas que ajudam a prevenir vários tipos de câncer e a fortalecer o sistema imunológico
Milho, soja têm fitosteróis que são substâncias que ajudam a baixar o colesterol e a reduzir o risco do aparecimento de doenças cardiovasculares
Farelo de cereais, maracujá, amêndoas com pele alimentos ricos em fibras ajudam a regular o intestino diminuindo as chances de ter câncer no cólon
Folhas Verdes proteção contra degeneração macular, manutenção de uma boa visão
Brócolis, repolho, couve-flor e rabanete aumento da atividade de enzimas que combatem a formação de células cancerígena

 

Alimentos funcionais em cores

Para facilitar a sua vida, você também pode classificar os alimentos em cores. Isso te ajudará a memorizar o que deve comer e qual o benefício do alimento.

pin

Você já incluía os alimentos funcionais na sua dieta? Sua opinião é muito importante para nós. Não se esqueça de deixar seu comentário.

Deixe sua opinião!