Descubra a verdade sobre a granola foto

Exite uma controvérsia quando tentamos entender os benefícios da granola para a saúde. Enquanto uns dizem para você evitar a granola de qualquer forma, outros incentivam você a inseri-la no cardápio devido as suas propriedades nutricionais.

Pra variar, ficamos no meio dessa rixa, sem sabem direito em quem acreditar. Portanto vamos explicar aqui quais são os benefício e malefícios da granola e por fim você saberá se este alimento se enquadra bem em sua dieta ou não.

 

Índice de conteúdo

Tenha um estilo de vida saudável, inscreva-se para receber as novidades do blog


 

O que é granola

O que e - Descubra a verdade sobre a granola foto

A granola é basicamente um mix de cereais. Nela encontramos cereais, como a aveia, fibra, gérmen de trigo, flocos de arroz e milho e sendo frequentemente acrescida de frutas secas e sementes.

Basicamente, a granola é um alimento rico em fibras, carboidratos, zinco, fósforo e vitaminas do complexo B.

Como não há legislação que estabeleça a composição da granola, possuímos um leque amplo de opções no mercado que apresentam diferentes ingredientes em proporções variadas, o que também fará variar propriedades nutricionais.

Ou seja, você encontrará no mercado variações com mais ou menos carboidratos, mais ou menos fibras, e por ai vai.

PS. Cuidado com a quantidade de açúcar presente neste alimento, compre sempre opções com menos açúcares.

 

Benéficos da granola

Beneficios - Descubra a verdade sobre a granola foto

Veja abaixo os benefícios da granola que melhoram o funcionamento do organismo e seus componentes.

1. Bom funcionamento intestinal: As fibras beneficiam a saúde do intestino, ajudando na melhora da constipação quando associada à ingestão de líquidos.

Além disso as fibras atuam positivamente em relação a manutenção das bactérias benéficas, que fazem parte da microbiota intestinal, responsável pela fabricação de nutrientes e mantendo saudáveis as paredes do intestino.

2. Redução do colesterol ruim: Um dos cereais que vai na composição da granola é a aveia, e a aveia possui uma fibra que auxilia no controle dos níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue e pode auxiliar no controle da glicemia de indivíduos diabéticos.

3. Saúde do coração: Quanto as gorduras, ainda que o teor de gordura da granola seja baixo, o pouco da gordura presente é composta por ácidos graxos mono e poliinsaturados (como o ômega 3 e 6). As gorduras insaturadas atuam protegendo a saúde do coração e vasos sanguíneos.

Conheça os benefícios do ômega 3

4. Energia por mais tempo: A granola é composta principalmente por carboidratos, uma fonte de energia, e o melhor é que dependendo de sua composição, os carboidratos presentes na granola são carboidratos complexos proveniente de cereais integrais, grãos e sementes.

Isso significa que a granola possui menor índice glicêmico – favorecendo o aumento da glicemia mais lentamente no sangue, permitindo que tenhamos energia por mais tempo sendo uma ótima opção de pré treino.

5. Maior imunidade e vitalidade: a granola contém vitaminas A, B1, B2, B3, B6 e E, além de minerais zinco, selênio, cromo, manganês, micronutrientes que fornecem ao organismo mais energia e vitalidade para retardar o envelhecimento e combater os radicais livres.

O zinco é essencial para o sistema imunológico.

6. Cuida dos ossos e da tireoide: O fósforo cuida da saúde dos ossos já que está diretamente relacionado à formação de ossos e dentes, e o selênio (especialmente quando presente a castanha-do-Pará), possui ação antioxidante e é necessário para a função da glândula tireoide.

 

Malefícios da granola

Malefícios - Descubra a verdade sobre a granola foto

A granola é um alimento rico em carboidratos (que se transforma em açúcar ao cair na corrente sanguínea) e na grande maioria das vezes, para adoçar os grãos torrados, se adiciona açúcares, mel ou frutas secas.

Isso pode pode levar o consumidor a desenvolver diabetes já que a granola aumenta a liberação de insulina.

Além disso, ela também pode causar o aumento de peso, já que armazena o excesso de energia em forma de gordura corporal.

Portanto você deve tomar o máximo de cuidado com os outros ingredientes presentes na granola, como chocolate, frutas secas, melado, etc.

Porém, o equilíbrio é a resposta para a saúde. Estes malefícios só aparecem se você comer uma quantidade exagerada do alimento ou se você não possui uma alimentação equilibrada.

Para evitar que isso aconteça, veja a quantidade máxima de granola que você deve ingerir diariamente e como consumi-la:

 

Como consumir granola

Como consumir - Descubra a verdade sobre a granola foto

Afinal, posso ou não consumir granola?

Se você está em uma dieta low carb, evite granola ou então compre produtos ou faça receitas com menos carboidratos. O mesmo serve para pessoas diabéticas.

Veja aqui uma receita caseira e low carb de granola.

As atividades físicas também podem influenciar a quantidade de granola que você pode ingerir durante o dia. Atividades mais pesadas permitem que você coma uma quantidade um pouco maior do alimento.

Mas sempre tome cuidado com a quantidade. Uma grande quantidade granola no dia pode fazer com que você ultrapasse suas necessidades energéticas diárias, o que causa o aumento de peso (abaixo falamos quanto consumir por dia).

Se a granola for consumida sem ter uma boa ingestão de água, o processo de digestão das fibras não ocorrerá de maneira adequada, atrapalhando o funcionamento do intestino. Portanto não se esqueça de ingerir bastante água.

A granola, se inserida na alimentação de acordo com as necessidades energéticas diárias individuais somada a uma alimentação equilibrada, propiciará uma série de benefícios à saúde em virtude dos nutrientes presentes em seus ingredientes e pode inclusive, contribuir para o controle de peso.

  • Quantidade: Um adulto pode consumir de 2 a 4 colheres de sopa de granola por dia ou em dias alternados. A quantidade também varia de acordo com as atividades físicas.
  • Quando consumir: Não há uma regra quanto a isso, mas você pode consumi-la no café da manhã, substituindo alimentos fonte de carboidratos – como pães, torradas e biscoitos, e também com iogurtes e leite e se quiser, adicionando algumas frutas, leite, iogurte, usar como topping para sorvetes, fazer crumble de frutas ou servir com leite vegetal gelado.
    Pós treino – ajuda a recuperar a energia.
    Pré treino – fornece energia durante o treino (cerca de 1 hora ou 30 minutos antes do início do exercício físico).
  • Na hora de comprar: Escolha produtos que possuam maior quantidade de fibras alimentares, menor quantidade de gorduras saturadas, açúcares, e que não possuam corantes.
  • Evite light e diet: Para produzir esse tipo de alimento, a indústria alimentícia insere uma série de conservantes que são maléficos ao organismo, o que a longo prazo podem trazer danos à saúde.

Faça um acompanhamento junto ao profissional de saúde habilitado para que você insira a granola na alimentação de forma saborosa e adequada a sua situação, aproveitando todos os benefícios que este alimento pode proporcionar à saúde de forma equilibrada.

 

Não perca essa postagem, salve este pin:

pin - Descubra a verdade sobre a granola

 

O que achou? Você já consome granola? Sua opinião é muito importante para nós. Não se esqueça de deixar seu comentário!

COMPARTILHAR

Deixe sua opinião