É difícil não reclamar quando o nosso dia a dia favorece a aparição de pensamento ruins.

E se levarmos em consideração que, infelizmente, convivemos com um grande número de pessoas que não tem noção de civilidade, respeito e educação, fica praticamente impossível evitar que saiam de nossas bocas algum tipo de reclamação.

Acredito que nossa paciência se esgota devido ao acúmulo de coisas que temos que aguentar todos os dias, seja por causa daquele vizinho que faz barulho tarde da noite quando você precisa acordar cedo no dia seguinte, quando você sai de carro na rua e todo mundo tem pressa e faz o que bem entende, quando as pessoas não te escutam, quando as pessoas interferem demais em sua vida ou seja quando as pessoas chegam atrasadas e não se importam de te deixar esperando.

Conforme o tempo passa vamos ficando cada vez mais cheios delas, e quando percebemos, já não estamos mais reclamando apenas dessas pequenas coisas, mas sim de tudo que acontece ao nosso redor que nos desagrada. Tudo acaba incomodando muito mais do que deveria e por fim entramos num ciclo vicioso onde reclamamos de tudo e de todos.

É claro que esta é apenas uma das razões que acabam por desencadear uma série infinita de reclamações por parte de alguém.

Mas não devemos excluir o fato de que existem pessoas que simplesmente reclamam por reclamar.

Para estas pessoas tudo está sempre ruim, as coisas sempre acontecem a fim de prejudicá-las, ninguém consegue entendê-las, o mundo gira contra elas e suas vidas são uma maré de azar. Acredito que todos nós já conhecemos alguém assim.

Independente de você ser assim ou não, a verdade é única: Quanto mais reclamamos, mais fácil será o surgimento de novos pensamentos ruins no futuro.

Tenha um estilo de vida saudável, inscreva-se para receber as novidades do blog


 

Existe uma explicação científica por trás disso

Reclamar - Existe uma explicação científica por trás disso foto

Sim, a ciência nos ajuda a explicar porque que quanto mais reclamamos, mais comuns são os pensamentos ruins que surgem em nossa mente.

O cientista e filósofo Steve Parton, do Psych Pedia, explica: As informações dentro do cérebro fluem de um neurônio para o outro através das sinapses. Estas, por sua vez, são separadas por um intervalo chamado fenda sináptica. Quando você tem um pensamento, um pulso elétrico sinaliza a sinapse para disparar uma reação através da fenda para a outra sinapse, formando uma ponte para o sinal elétrico. Portanto, “Toda vez que essa carga elétrica é acionada, as sinapses ficam mais juntas, diminuindo a distância que a carga elétrica tem que atravessar”.

Ou seja, quanto mais reclamamos e quanto mais temos pensamentos ruins, mais fortes ficarão as sinapses que representam essa negatividade. Desta forma, tendemos a ter pensamentos ruins com uma frequência maior.

Viver uma vida de pensamentos ruins, além de te tornar um alguém solitário, irá fazer com que você tome atitudes erradas, já que não consegue encarar as situações de forma coerente.

 

Malefícios do “hábito de reclamar” para o organismo

Reclamar - Malefícios do "hábito de reclamar" para o organismo foto

O hábito de reclamar aumenta o nível de cortisol (hormônio do estresse) no organismo, alterando a pressão arterial e enfraquecendo o sistema imunológico, nos deixando mais propensos a doenças.

O hábito também pode ser relacionado ao aumento de colesterol e também ao enfraquecimento da aprendizagem e memória.

 

Conviver com pessoas que reclamam muito também pode trazer problemas

Reclamar - Conviver com pessoas que reclamam muito também pode trazer problemas foto

Conviver com pessoas negativas e que reclamam muito também pode ter um efeito igualmente ruim na saúde, alerta o cientista.

Isso acontece devido a empatia, que mesmo inconscientemente nos faz compartilhar as emoções de pessoas próximas a nós, realizando sinapses semelhantes em nossos próprios cérebros.

Neste caso, é necessário auxiliar a pessoa para que esta mude seus hábitos, até mesmo lhe indicando uma ajuda psicológica. Ou então você deverá afastar-se dela a fim de evitar ser atingido pelos malefícios que vem junto dos “reclamões”.

 

E como fazemos para reclamar menos?

Reclamar - E como fazemos para reclamar menos? foto

Se você tem a tendência de reclamar o tempo todo, é melhor começar a prestar mais atenção no que fala e como pensa, pois você está prejudicando a sua saúde e também a de pessoas próximas a você.

Deixar de reclamar não é tarefa fácil, até diria impossível, porque há situações que isso nos é exigido.

Porém, podemos sim nos policiar para reclamar menos, o que demanda muita calma, maturidade e compreensão em relação as coisas que nos cercam.

Assim como os pensamentos negativos, os pensamentos positivos também podem gerar uma reação em cadeia.

Procure então, fazer alguns exercícios de “pensamentos positivos” em situações ruins, até que estes se tornem um hábito em sua vida.

Por exemplo, toda vez que pensar em reclamar sobre algo, reflita:

  • Isso é realmente grave? – Antes de reclamar, pense o quão isso realmente irá te afetar. Você consegue viver com isso? É realmente necessário fazer um comentário sobre isso? Você consegue resolver a situação sem esforço?
  • Escreva com a mão esquerda (ou direita se for canhoto) – Escrever com a mão que não está acostumado te dará mais tempo para refletir sobre o assunto, deixando a emoção de lado e dando evidência para a razão. Assim, você enxerga as coisas de forma mais coerente e diminui o risco de estar reclamando desnecessariamente.
  • Trabalhe sua insegurança – A insegurança nos faz colocar a culpa em tudo e em todos, a fim tirar qualquer responsabilidade de nossas costas. Ocorre que temos SIM total responsabilidade pelo o que somos, pelo o que queremos nos tornar e por diversas coisas que nos acontecem. Responsabilize-se quando estiver errado e tome atitudes para resolver a situação e aprender com seus erros.
  • Lembre-se de coisas boas sobre você e sua vida – Devemos ser agradecidos pelo o que temos, independente de possuirmos muito ou não. Lembre-se de que você tem que ser melhor do que aquela pessoa que está fazendo algo errado. Tome atitudes éticas e maduras e você perceberá que está reclamando menos.
  • Trabalhe sua paciência – Na definição do dicionário, paciência é “Uma virtude que consiste em suportar males, dissabores e incômodos sem revolta ou queixa, tolerância, qualidade de quem espera com calma e serenidade o que tarda, perseverança em realizar ou continuar um trabalho, apesar das dificuldades.”

Assim como com os pensamentos ruins, trabalhar sempre com condutas e pensamentos otimistas, tornará as sinapses do seu cérebro mais fortes para tudo relacionado a pensamentos felizes e positivos, fazendo com que você tenha bons pensamentos com mais frequência.

E você? Também sofre do mesmo problema ou conhece alguém assim?

Sua opinião é muito importante para nós! Não se esqueça de deixar sua opinião nos comentários.

COMPARTILHAR

Deixe sua opinião